Menu Digite o nome da receita, ingrediente...

Mais de 30.000 deliciosas receitas!

Conecte-se com Facebook Close search

Entrevista de Sabores com Tempo



Entrevista realizada por Lex Entrevista realizada por Lex

Nós entrevistamos Sabores com Tempo!

Visite o blog: Sabores com tempo.


Visite o perfil e as receitas de Sabores com Tempo.



Olá Sabores com Tempo, conte para nós...


Em seu blog, vocês compartilham receitas tradicionais, familiares e pessoais. Com qual objetivo vocês as trouxeram para a internet?


O objetivo principal foi divulgar a gastronomia tradicional do Nordeste Algarvio, mais especificamente de Alcoutim, mas também as variantes familiares e as experiência pessoais que me ajudam a ir um pouco mais além.

Por terem o mesmo sobrenome, podemos pressupor que vocês são da mesma família. Qual o grau de parentesco entre vocês?


Somos uma família constituída pelos pais, Vitor e Manuela, e pala filhota, Bárbara.

Vocês costumam se reunir para cozinhar? Qual a especialidade de cada um de vocês? Há alguém que se destaque em um determinado tipo de comida?


Gostamos imenso de cozinhar juntos mas infelizmente não o conseguimos fazer todos os dias, apenas aos fins de semana e em ocasiões especiais. O Vitor gosta de fazer o marisco e as carnes, especialmente caça, eu gosto mais dos pratos tradicionais e sobremesas e a Bárbara gosta particularmente de ajudar... e de comer.

O que não pode faltar numa cozinha algarvia?


Particularmente na minha cozinha não podem faltar as ervas aromáticas, como coentros, salsa, hortelã, hortelã da ribeira, rosmaninho, manjericão, as especiarias, como a pimenta, a noz moscada, o açafrão, o caril, o pimentão, o alho e a cebola, o azeite e o pão.

Segundo a opinião de vocês, a cozinha do Algarve sofreu ou ainda sofre influência da culinária mourisca? Se sim, em que traços pode-se notá-la?


A cozinha do Algarve é uma cozinha com influências mediterrânicas e, consequentemente, de todas as suas fascinantes culturas. Baseada, principalmente, em ingredientes frescos e sazonais onde o peixe, os legumes, o pão, o azeite e as ervas aromáticas têm uma forte presença a tradição mourisca é visível em alguns pratos como o Xerém, os cozidos e os ensopados, mas também nos ingredientes utilizados, como os cereais, as ervas aromáticas, as especiarias, o azeite.

Pão, alho, ervas e azeite. Esses quatro ingredientes fazem vocês pensar em qual receita tradicional? Vocês poderiam dividi-la conosco?


Numa deliciosa e aromática açorda e seria um prazer dividi-la convosco.

Qual mensagem vocês gostariam de deixar para nossos leitores?


A cozinha tradicional nas suas mais diversas variantes é aquilo que nos define, que nos integra e nos une como povo e está em constante evolução, assim como o nosso palato. Só conseguimos apreciar muitos dos nossos pratos tradicionais depois de amadurecermos, de crescermos como pessoas. Por essa razão, nós pais nunca devemos desistir de colocar na mesa aquele prato ou utilizar aquele ingrediente que os pequenos insistem em dizer que não gostam porque um dia eles vão dizer-nos "Porque é que eu não gostava disto, mãe?". Garanto-vos que esse dia será um dos mais felizes da nossa vida. Nesse dia fará mais sentido aquilo que aprendemos, ouvimos e vivemos com as nossas avós e com as nossas mães, porque será nesse dia que a "passagem do testemunho" começa.



Obrigada Sabores com Tempo por responder nossas perguntas! Até breve
Publicado por Mélanie - 12/03/2014



Se você é blogueiro, chefe de cozinha, trabalha na indústria alimentícia ou tem um site de culinária ou gastronomia e gostaria de compartilhá-lo com nossa comunidade, entre em contato conosco.
Ficaremos muito felizes em tê-lo no Receitas sem Fronteiras!

Comente esta entrevista

sandracabecadas

Este blog está um espanto! Parabéns.
Sandra Cabeçadas

Comentado por