Menu Digite o nome da receita, ingrediente...

Os alimentos diários das pessoas mais saudáveis do mundo

Por,
Receitas sem Fronteiras

Eles fazem parte de um estudo aprofundado dos hábitos alimentares de muitas pessoas excepcionais: entre elas, paraquedistas de 80 anos, centometristas de 90 anos, líderes de torcida de 70 anos e assim por diante.

© iStock / Getty Images Plus / Arx0nt

O que comem as pessoas mais saudáveis do mundo?

Sempre ficamos surpresos quando vemos pessoas de 70 a 80 anos, mas também de 90 anos, fazendo saltos mortais, correndo 100 metros ou outras ações que os idosos geralmente não conseguem fazer. O Dr. Steve Bowers, junto com sua esposa Elizabeth, fez um estudo aprofundado dos hábitos alimentares de muitas dessas pessoas excepcionais. Entre eles, pára-quedistas de 80 anos, centometristas de 90 anos, líderes de torcida de 70 anos e assim por diante.

Nas respostas dessas pessoas, que poderíamos chamar de as mais saudáveis do mundo, alguns alimentos / temperos / bebidas são repetidamente mencionados:
clique nas setas da foto para continuar lendo.

Os resultados dessa pesquisa, ou os segredos dessas pessoas, estão bem contados no livro Secrets of the World's Healthiest People (Segredos das Pessoas Mais Saudáveis do Mundo), perfeito para quem quer aprender mais e fazer de todos esses segredos seus.


Outros artigos quentinhos, saídos do forno!



Receitas e dicas em vídeo!

Smoothie Bowl: saudável, gostoso e impossível resistir!

Super saudável e a tendência do momento, o smoothie bowl, uma mistura de smoothie e frutas picadas que fica delicioso! 

Ingredientes:

  • 1 xícara bem cheia de morangos
  • ½ melão
  • 1 banana
  • 200 ml de leite de avelãs (pode ser leite de amêndoas ou mesmo leite comum, se você não for intolerante à lactose)
  • 1 colher de chá bem cheia de linhaça
  • 1 colher de chá bem cheia de pinoles (ou outra fruta seca picada grosseiramente)

 

Você pode usar a criatividade e substituir os ingredientes, use cranberries, goji berry, passas, aveia, granola caseira, ...

 

Comentar este artigo