Menu Digite o nome da receita, ingrediente...

Marly Helena Vanlerberghe

CANJA DE GALINHA

Por

Alguns historiadores atribuem a origem da Canja à China e outros à Índia. De qualquer forma, ela teria sido trazida de algum dos dois países por portugueses que, posteriormente, a trouxeram de Portugal para o Brasil, sendo um dos pratos preferidos do Imperador Dom Pedro II. A Canja não somente caiu no gosto e nos costumes de portugueses e brasileiros como seduziu o presidente Roosevelt em uma viagem ao Brasil e o duque de Wellington em uma parada em Portugal!

Já em sua remota origem na China, ela era servida após os festejos de ano novo para que as pessoas se recuperassem dos excessos dos festejos. Em Portugal era muito usada para a recuperação das mulheres depois do parto.

No Brasil, sempre foi considerada excelente para convalescentes e para restaurar forças depois de três dias de carnaval...

Mestre Cuquinha comenta

Alguns historiadores atribuem a origem da Canja à China e outros à Índia. De qualquer forma, ela teria sido trazida de algum dos dois países por portugueses que,...

Avalie esta receita 3.5/5 (363 Votos)
CANJA DE GALINHA CuquinhaSugere  ***** 1 Foto

Ingredientes

  • 2 sobre-coxas de galinha (pode ser subsituido por frango pela dificuldade em encontrar galinha no supermercado!)
  • 1 litro de água
  • 5 colheres de óleo
  • 3 dentes de alho amassados
  • 2 colheres de cebola batidinha
  • 1 xícara de arroz bem lavado
  • 1 colher de vinagre de vinho
  • 2 colheres de salsa picadinha
  • Sal
  • pimenta do reino e louro em pó a gosto

Detalhes

Pessoas: 2
Complexidade: Médio
Tempo de preparação: 20min.
Tempo de cozimento: 60min.
Custo: Econômico

Preparação:

Etapa 1

Temperar o frango com o alho, sal, pimenta, vinagre e louro de véspera. Não retirar as peles.

Etapa 2

Levar o óleo ao fogo e dourar bem o frango. Retirar o frango da panela, escorrer o óleo e dourar a cebola. Colocar a marinada e mais um pouco de água na panela para obter um caldo dourado.

Etapa 3

Recolocar o frango na panela com o restante da água e deixar cozinhar por meia hora.

Etapa 4

Retirar o frango e desfiá-lo. Voltar com ele à panela e colocar o arroz. Deixar cozinhar até que o arroz fique super cozido. Se precisar, colocar mais água fervente.

Etapa 5

Ao final do cozimento, colocar a salsa.

A canja foi motivo de pesquisas médicas para saber porque ela sempre foi usada, desde o tempo de nossas tataravós, para recuperar convalescentes. A explicação obtida foi a seguinte: as peles do frango, ou galinha, contem excelentes anti-inflamatórios; o alho é conhecido por suas qualidades hipotensivas, anti-coagulantes e descongestionantes (em casos de gripe e sinusite); a cebola ajuda na circulação sanguínea e a salsa é rica em vitamina C, por isto é colocada só no final para não perder esta qualidade com o cozimento.

E então Panoramix, minha receita é ou não é uma verdadeira poção mágica?

Sugestões

Receitas e dicas em vídeo!

SABORES do MUNDO: Uma DELICIOSA SOPA DE CEBOLA, como se você estivesse em PARIS!!!

A SOUPE À L'OIGNON é uma sopa gratinada à base de cebola, um prato super tradicional da cozinha francesa e de muitas regiões produtoras de cebola.

As sopas de cebola são populares, pelo menos, desde os tempos romanos. Elas foram, ao longo da história, muitas vezes consideradas um alimento para pessoas modestas, por causa da abundância de cebolas e da facilidade de cultivá-las. A versão moderna dessa sopa veio da França no século XVII, feita de pão seco ou croutons, caldo de carne e cebola caramelizada.

 

soup à l'oignon - sopa de cebola francesa

Ingredientes:

  • pão italiano
  • 200 g de queijo gruyère ralado
  • 40 g de manteiga
  • 3 cebolas grandes
  • 2 dentes de alho picados
  • 150 g de bacon picadinho
  • 250 ml de vinho branco
  • meio litro de água
  • 2 ramos de tomilho
  • louro em folhas
  • sal e pimenta do reino

 

Preparação:

  1. Pré-aqueça o forno a 180 ° C.
  2. Corte o topo do pão e remova o miolo, deixando uma "parede" grossa e com cuidado para não furar a casca.
  3. Dentro do seu pão, adicione 100 g de queijo Gruyere ralado ao fundo. Asse por alguns minutos até que o queijo derreta.
  4. Enquanto isso, fatie as cebolas e pique os dentes de alho.
  5. Em uma panela, refogue a manteiga e adicione as cebolas. Adicione o bacon, alho picado e o tomilho e o louro. Adicione o vinho branco e a água. Deixe ferver por 20 minutos.
  6. Despeje a sopa de cebola no pão.
  7. Corte o topo do pão em pedaços e adicione-os à sua sopa.
  8. Espalhe 100 g de queijo ralado por cima e volte ao forno por alguns minutos, para grelhar o queijo.

Comentar essa receita

Escalope de alcatra suína ao molho próprio e batatas assadas com manteiga Canja de Frango