Menu Digite o nome da receita, ingrediente...

Mais de 30.000 deliciosas receitas!

Conecte-se com Facebook Close search

Entrevista de Célio Cruz



Foto do perfil Entrevista realizada por Lex

Nós entrevistamos Célio Cruz!

Visite o blog: Sweet Gula.


Visite o perfil e as receitas de Célio Cruz.

Descubra sua receita favorita: Bolo Esponja com Frutos Vermelhos - Sponge Cake with Berries



Olá Célio Cruz, conte para nós...


Você nos conta que seu apreço pelas panelas veio das revistas que sua mãe comprava, de observá-la cozinhar ao fogo, de sua madrinha e de sua irmã - todas personagens femininos. Para você, como se dá a ligação entre homem e cozinha?


A ligação homem e cozinha é muito fácil, desde que a paixão pela culinária já nasça conosco e que cada prato e cada receita, por mais simples que seja, seja feita com amor e carinho. Está incutido na sociedade por defeito que são as mulheres que pertencem à cozinha, pelo que acho que um homem que gosta de cozinhar, não sendo por obrigação, fa-lo-á com a mesma mestria ou melhor ainda que qualquer mulher.

Você acredita que, para nós homens, a cozinha é um território que mistura o proibido com o sagrado?


Não, de todo. Cada vez mais a cozinha vem sendo um território masculino. E só depende de nós, homens, mostrar que esse território sagrado já não é proibido.

Sendo militar de profissão, você busca uma ligação entre sua rotina e seus momentos como chef de cozinha?


A única ligação que existe entre a minha profissão e a cozinha é que a segunda serve para descomprimir da primeira. Gosto muito da minha profissão, mas cada vez mais chego à conclusão que é na cozinha que eu me sinto realizado e feliz. É a mexer nos alimentos que eu me sinto bem e se fosse hoje escolheria a vertente culinária como profissão.

Como você define seu estilo culinário?


No meu estilo de cozinhar tento ser o mais simples possível. A mensagem que eu gosto de passar a outras pessoas é que, se eu consegui fazer aquela receita sem ter um curso de especialização na área, então qualquer pessoa consegue fazer. Gosto de fugir um pouco à cozinha tradicional e experimentar tudo o que é ingredientes diferentes .
À semelhança de Jamie Oliver, o meu chef de eleição, gosto de cozinhar com os ingredientes de cada estação e tirar deles o máximo partido.

Você nos diz que busca inspiração em personalidades como Jamie Oliver, Nigella, Sophie Dahl e Donal Skehan. Você acha que eles estão fundando um novo estilo culinário ou então reinventando algo já conhecido?


Não acho que estejam a fundar um novo estilo culinário, porque acho que não há muito que inventar. Acho mais que eles pegam noutros estilos e reinventam-nos à sua maneira. Veja-se o exemplo de Jamie Oliver que pegou na dieta mediterrânica e implementou-a no seu país mas bem ao seu estilo. Receitas simples, descontraídas, fáceis, mas com ingredientes de qualidade, acabados de colher e com muito sabor.

As fotos de suas receitas são deslumbrantes! Quais são os truques que você usa para deixá-las tão bonitas?


Não tenho truques. As imagens que partilho são fruto da minha paixão e curiosidade que tenho pela arte da fotografia. Tudo o que sei, aprendi sozinho, em livros, tutoriais na internet e com amigos. Adoro "food styling" e para mim, quando apresento um prato, gosto de mostrar todas as suas potencialidades. E a apresentação diz muito sobre o prato que mostramos. Porque "os olhos também comem".

Das receitas que você criou, qual é a sua mais querida? Você poderia partilhá-la conosco em nosso site?


Gosto de todas as receitas que partilho, ou de outra forma não as publicaria no blog. Mas a mais especial talvez seja a do "Sponge Cake With Berries", uma receita que dediquei a todas as mulheres no Dia da Mãe, mas em especial e com muito carinho à minha mãe que, não se encontrando mais entre nós, me incutiu este gosto pela cozinha e daí esta receita ter um sabor muito especial.

Qual seu utensílio preferido?


Pergunta difícil, mas tenho de confessar que já não dispenso a minha Thermomix-Bimby. Adoro este robot que é muito versátil e uma grande ajuda na cozinha. É raro o dia em que não a use.
Utensílio preferido e que não dispenso na cozinha, uma boa faca.

Em sua opinão, em que a Bimby (Thermomix) ajuda e em que ela não é tão eficiente?


A Bimby é uma grande ajuda a fazer massas, iogurtes e molhos. Excelente para amassar o pão e também na confeção de refeições. É só meter lá para dentro os ingredientes, temperar e enquanto ela faz o trabalho, nós aproveitamos para fazer outras coisas. Não é tão eficiente, na minha opinião, a bater natas em chantilly e também claras em castelo.

Qual recado você deixaria para nossos leitores?


Antes de mais quero agradecer a oportunidade de dar a conhecer aqui um pouco mais de mim e depois quero dizer a todos os leitores do Receitas sem Fronteiras que não deixem nunca de visitar este site, pois é um espaço de partilha e excelentes receitas, de muitas experiências e inspiração. E não deixem nunca de acreditar nas vossas capacidades, pois a cozinha é um mundo onde todos se podem aventurar e com força de vontade, carinho e dedicação, é muito fácil atingir os objectivos pretendidos.



Obrigada Célio Cruz por responder nossas perguntas! Até breve
Publicado por Lex - 21/08/2014



Se você é blogueiro, chefe de cozinha, trabalha na indústria alimentícia ou tem um site de culinária ou gastronomia e gostaria de compartilhá-lo com nossa comunidade, entre em contato conosco.
Ficaremos muito felizes em tê-lo no Receitas sem Fronteiras!

Comente esta entrevista