Menu Digite o nome da receita, ingrediente...

Manjericão sempre à mão

Por

Quem mora fora dos grandes centros nem sempre tem ervas aromáticas à mão.
Ou então, o maço vendido em feiras e sacolões é muito grande e parte do amarrado acaba indo para o lixo.
Por isso, gosto de ter sal temperado com ervas variadas ou as ervas batidas com algum líquido.
O meu tempero preferido é batido com água fltrada, mas algumas ervas ficam escuras (oxidam) e se formos congelá-las não podem ser batidas com água.
Aqui vão as minhas sugestões para ter manjericão sempre à mão.

Avalie esta receita 4.3/5 (20 Votos)

Ingredientes

  • - manjericão;
  • - azeite ou óleo;
  • - vidros pequenos de cerca de 100 ml de capacidade;
  • - sal a gosto.

Detalhes

Complexidade: Médio
Custo: Moderado

Preparação:

Etapa 1

Solte todas as folhas dos galhinhos de manjericão.
Higienize muito bem as folhas, deixando de molho em água filtrada com vinagre tinto ou cloro, na proporção de 1 l de água para 1 colher, das de sopa, de vinagre ou cloro.
Lave novamente em água filtrada e seque muito bem com um pano de sacaria.
Bata as folhas com azeite até formar uma pasta. Pulse o liquidificador algumas vezes, para misturar melhor as folhas e não usar tanto azeite. Afinal, queremos um concentrado de manjericão, o azeite aqui é coadjuvante.
Passe a pasta para os vidros esterelizados em água fervente, por 10', e bem secos.
Leve ao congelador.
O azeite também congela, mas pode ser facilmente cortado com uma colher, ao contrario de misturas feitas com água, que viram pedras de gelo e para serem usadas tê quem ser congeladas.
Por isso fiz a minha opção por bater com azeite ou óleo. Assim, posso retirar colheradas sem descongelar todo o pote.

Etapa 2

Mesmo que você não tenha um quintal, se você tiver um espaço em casa que receba sol pela manhã ou à tardinha, plante os galhinhos que sobraram.
Mesmo que tenham vindo sem raiz do mercado, as raizes brotarão em contato com a terra e você terá uma hortinha muito perfumada em casa.
Primeiro plante todos os galhos em um pote de sorvete, por exemplo.
Quando surgirem novas folhas, é sinal de que cresceram raizes.
Transplante as mudinhas para jardineiras retangulares.

Etapa 3

Uma colher, das de chá, de pasta de manjericão tempera 500 g de feijão ou meio quilo de carne.
Coloque o manjericão no feijão assim que colocá-lo no fogo.
Se você não disser nada, ninguém adivinhará qual é o tempero, mas todos suspirarão pelo melhor feijão que já provaram.

Etapa 4

Como eu gosto de ter muitas opções de temperos, bati um dos meus potinhos de manjericão com 2 cebolas (o vidro maior).
Este eu deixo na geladeira mesmo.
E para fazer esta pasta, basta picar 2 cebolas e colocar no liquidificador com 3 ou 4 colheres, das de sopa, de água e um potinho de 100 ml de pasta de manjericão.
Bata e passe para um pote de vidro esterelizado.

Etapa 5

Uma outra forma de ter manjericão sempre à mão é batendo as folhas com sal no liquidificador (potinhos menores mais claros).
Asssim, será fácil temperar um filé para grelhar rapidamente depois de um dia cansativo ou complementar aquele tempero especial.
Aqui a proporção de sal para folhas vai depender exclusivamente do gosto pessoal de cada um.
Particularmente gosto do menos concentrado porque não corro o risco de exagerar no sabor.
Aliás, com ervas aromáticas vale o ditado que diz que menos é mais.
O pote que está mais escuro (verde medio) eu bati uma tacinha de folhas para uma tacinha de sal.
Para o pote mais clarinho, peguei metade do primeiro pote - escuro - e bati com mais uma tacinha de sal.

A mistura de sal e manjericão é um ótimo esfoliante corporal.
Basta colocar uma porção de sal temperado na palma da mão e esfregar levemente em todo o corpo durante o banho.
É revigornate e relaxante.

Sugestões

Comentar essa receita

Espaguete com molho de limão Bolo de peito de peru