Menu Digite o nome da receita, ingrediente...

PIPOCA: uma grande vilã ou uma deliciosa aliada?!

Pipoca: vilã ou amiga?!

 

Ah! A pipoca, esta delícia que adoramos comer no cinema, em casa vendo TV ou um bom filme, num parque, enfim não importa onde. Amamos este milho estourado! Mas o que tem nas pipocas além do sabor que agrada?

Vamos ver o lado bom: é uma boa fonte de fibras, de ácido fólico, vitamina C e B3. Mas e o lado sombrio? Vamos descobrir?

Durante longo tempo, a pipoca quente, acabada de estourar nas panelas de nossas casas era realmente popular e totalmente saudável. Entretanto, a versão comercial para o forno micro-ondas é totalmente diferente. Não é nem natural, nem saudável! Ela tem uma quantidade incrível de toxinas que causam problemas de saúde como problemas das vias respiratórias, renais crônicas e muitas outras.

É simples, e fácil de preparar e o sabor é ótimo. Estas três vantagens nos levam a fazer a pipoca de micro-ondas. Agora veja três razões para você deixar estas vantagens de lado.

 

O aroma de manteiga que é utilizado na pipoca de micro-ondas é ruim para a saúde! 

O diacetil é um produto químico usado nelas para dar o sabor de manteiga. Um estudo a respeito deste produto, publicado em 2012, no ACS d'Investigation Chmique en Toxicologie, mostra que este produto aumenta muito o teor de proteínas beta-amilóide no cérebro e este agrupamento é um indicador da doença de Alzheimer. 

Ele faz muito mal às células nervosas e estudos provam que este produto em excesso causa grande toxidade às células nervosas. Outros produtos procuram substituí-lo por outros aromas de manteiga artificiais mas que na realidade são outras formas do diacetil.

 

a matéria antiadesiva dos sacos é tóxica para o fígado e para o sistema imunológico

O ácido perfluooctanóico é uma substância química sintética usada para os sacos de pipoca que vão ao micro-ondas. Este ácido é tóxico, cancerígeno tanto para os homens quanto para os animais. Além do mais ele fica na natureza durante muito tempo. Alto teor de colesterol, problemas renais crônicos, problemas respiratórios como a asma ou doenças pulmonares. Estes são alguns problemas de saúde diretamente ligados a este ácido. 

Para os acostumados à pipoca de micro-ondas, uma outra informação: os estudos mostram que 20 % deste ácido encontrado no sangue provém das pipocas que comemos. 80 % deste gás é produzido quando abrimos o saquinho, a partir daí ele começa a diminuir, mas haverá sempre nas pipocas.

 

os Óleos hidrogenados

As pipocas de micro-ondas, em sua maioria, são feitas com óleos modificados. É geralmente o óleo de coco ou soja que passa a ser uma gordura transformada. Eles obstruem as artérias e provocam doenças cardíacas e inflamatórias no organismo. As normas, para os rótulos de alguns países, da FDA permitam aos fabricantes indicar que há 0 gramas de gordura transformada desde que não ultrapassem 0,5 g por porção. Resumindo, pensamos que não setamos consumindo gorduras transformadas quando na realidade consumimos quase uma metade de gramas por porção.

 

qual é então a alternativa    

Existe uma alternativa natural para a pipoca de micro-ondas. É a pipoca feita em casa. É fácil de preparar! E o mais importante: sem nenhum risco para a saúde, ligados à sua embalagem, conservando os benefícios do milho.

A receita é esta:

Coloque 2 colheres (de sopa) de óleo ou manteiga numa panela e leve ao fogo médio (uma colher de cada é o ideal!). Coloque a seguir meia xícara de milho para pipoca. Misture tudo muito bem e cubra a panela. O milho começa a pipocar em menos de um minuto. Balance a panela de vez em quando. Quando o barulho das explosões cessa elas estão prontas. Salpique tudo com sal. Saboreie sem medo!

 

* Queremos lembrar que estas informações são de estudos internacionais, baseados também em produtos e embalagens internacionais. 

 

Outros artigos quentinhos, saídos do forno!



Receitas e dicas em vídeo!

GRANOLA CASEIRA que você pode fazer sempre fresquinha!

Se você curte GRANOLA, e melhor pedida é fazer em casa, assim, você escolhe os ingredientes, compra naquela loja que você confia e, no final, fica tudo ao seu gosto! Agora, se você não tinha a receita, agora tem! 

Ingredientes:

  • 30 g de óleo
  • 60 g de mel
  • 4 grandes pitadas de sal
  • 350 g de flocos de aveia
  • 175 g de amêndoas
  • 125 g de cranberries ou passas 
  • 1 clara de ovo grande
  • 75 g de sementes de moranga / abóbora (opcional)

 

Agora, é só seguir o vídeo ou, se preferir, confira nossa receita passo a passo de granola caseira!

 

Comentar este artigo

Vídeo Receita: Pão italiano recheado ou Pão aperitivo Protetor anti-furto de Nutella! Ele existe!